4 comportamentos que Deus deseja ver em nós todos os dias

O que Deus deseja de nós? O que eu posso fazer para que Deus se agrade da minha vida? Como posso retribuir as grandiosas bênçãos que o Senhor derrama sobre mim?

Essas são perguntas que o salmista também fez a si mesmo: “Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo?” (Salmos 116:12).
Fazer essas perguntas é algo muito positivo, pois demonstra que estamos verdadeiramente com o desejo de agradar a Deus em nosso coração. Porém, sabemos que não há como pagar a Deus por tudo que Ele faz por nós, pois Ele é o dono de todas as coisas!
Mas sabemos também que Deus deseja que nós O honremos com a nossa vida. Mas quais são os comportamentos que Deus deseja ver em nós? Sabemos que a perfeição é impossível a nós, pois somos falhos. Mas existem certas coisas que agradam o Senhor e que devem estar presentes na vida daqueles que querem amar a Deus sobre todas as coisas. Vamos aprender quais são elas?

Comportamentos que Deus quer ver em nós todos os dias

(1) Tristeza pelo pecado

Deus não deseja ver em nós alegria por pecar. Quando pecamos e o pecado é para nós algo normal, algo sem importância, desagradamos profundamente a Deus. Mas quando olhamos o pecado com tristeza, quando não o aceitamos como normal, essa atitude agrada o Senhor. Quando Davi comete adultério com Bate-Seba, uma profunda tristeza se abate sobre ele: “Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário” (Salmos 51:12). Deus quer ver em nosso coração que estamos no caminho Dele. Estar no caminho de Deus significa ter profunda tristeza quando pecamos.

 (2) Luta para vencer o pecado

Não basta ficar triste pelo pecado. Devemos lutar contra ele. Essa é uma atitude que Deus valoriza em nós. Quando lutamos contra o pecado agradamos a Deus, pois não estamos achando que ele é normal, que faz parte da vida, que é comum. Antes, quando lutamos é porque entendemos que agradar a Deus é uma luta que vale a pena ser lutada. Davi pediu a Deus forças para lutar e vencer os seus erros: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Salmos 51:10). Todos iremos errar. Mas nem todos lutam para não errar. Deus se agrada de servos guerreiros que lutam para vencer suas maiores fraquezas!

(3) Atitudes de adoração

Deus se alegra quando a nossa vida está repleta todos os dias de atitudes de adoração. Essas atitudes vão além de cantar ao Senhor hinos de louvor. Adoração está ligada a um estilo de vida que engloba todas as áreas de nossas vidas. Obediência, temor e tremor. Saber quem Deus é e adorá-lo com nossas vidas, com cada passo que damos em nosso dia a dia. Davi entendeu que Deus deseja esse tipo de atitude de cada um de nós: “Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca manifestará os teus louvores” (Salmos 51:15). Louvores verdadeiros só saem de vidas que verdadeiramente adoram a Deus de coração.

(4) Ações sacrificiais

Viver o evangelho exige sacrifício. Jesus disse que Seus discípulos deveriam carregar também cada um a sua cruz (Mateus 16:24). A cruz nos remete a ações sacrificiais. O mundo nos apresenta todo tipo de prazer que não agrada a Deus e também todo tipo de atitudes que sempre nos levam ao egoísmo. O sacrifício consiste em ter força para dizer não. Em andar nas mesmas “pisadas” de Jesus. Ter um coração totalmente disposto a dizer não àquilo que não agrada ao Senhor, mesmo que sejam necessários sacrifícios. Davi tinha isso em mente: “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus” (Salmos 51:17). Cuidar para ter um coração que agrada a Deus e capaz de fazer sacrifícios deixa Deus muito feliz. Deus busca ver em nós pessoas que fazem sacrifícios agradáveis para honrá-Lo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta Foi a Sua Vida?


Todos Contra a Pedofilia

Bandeira do Brasil

Tempo

Tempo