As divisões na igreja (Parte 1)


Por: Danilo Cassemiro de Campos

1º Coríntios 3.1-9; 1.10-17

1 - Quando a igreja está dividida, perde-se o alvo

        “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer. 1 Coríntios 1:10”.

        A palavra religião significa: “religar-se”, no caso religar-se com Deus. Este é o alvo: nos religar a Deus através de Jesus. Mas os membros da Igreja de Corinto estavam perdendo de vista essa finalidade por causa de opiniões meramente humanas.
        Por certo alguém gostava mais de Paulo, outro gostava mais de Apolo e assim por diante (12). E assim, as preferências pessoais eram colocadas como primordiais e o verdadeiro alvo colocado de lado. Muitas divisões em igrejas começam exatamente desta forma, por causa do "eu acho" ou "eu gosto assim", por motivos banais.
        Não podemos perder o alvo de vista, temos que refletir: estamos querendo agradar a Deus com determinada atitude ou satisfazer o eu?
        Paulo por sua vez, tinha uma postura clara quanto a isso, quando diz: ".... busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar aos homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo”. - Gálatas 1. 10”.

2 - Quando a igreja está dividida, surgem contendas

        Pois a vosso respeito, meus irmãos, fui informado, pelos da casa de Cloe, de que há contendas entre vós - 1 Coríntios 1:11.
        Existem discussões que são proveitosas, pois visam um consenso, tem por objetivo um acordo depois de analisados ambos os pontos de vista. Mas não é o que estava acontecendo na igreja de Corinto. A palavra empregada por Paulo no texto, “contenda”, refere-se a disputa, desavença.
        Como sabermos, numa disputa ninguém quer sair perdedor. Afinal, quem é que aceitar diminuir seu próprio ego perdendo uma disputa? Uma atitude sensata e cristã seria, não entrar e nem tomar partido em nenhuma disputa.
        Quanto a isso Paulo diz em 2 Timóteo 2.14: “Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam, senão para subverter os ouvintes”.
        "Subverter" significa destruir, arruinar os ouvintes, ou seja, não há benefício algum numa contenda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta Foi a Sua Vida?


Todos Contra a Pedofilia

Bandeira do Brasil

Tempo

Tempo