Insensibilidade cristã

         Estamos nos tornando a cada dia mais insensíveis. Poucas coisas são capazes de nos chocar e de nos mover de nossa posição.

         Não somos mais surpreendidos por quase nada. Nenhuma notícia, por mais triste, ou por mais trágica que seja, parece nos mover em direção a solidariedade e ao amor genuínos.
         Nos tornamos apenas expectadores de tragédias; frios, com pouca demonstração de  que estamos nos importando com o que os outros estão sofrendo e sentindo.
         É claro que não temos recursos materiais e nem tempo suficiente para ajudarmos a todas as pessoas em todas as situações, mas não será isto uma desculpa? Não podemos fazer nada mesmo? Não podemos nos mover em nenhuma direção em favor dos que sofrem? Não podemos nos solidarizar com as pessoas alvos das notícias tristes? Nem das que estão perto de nós? Não podemos orar? Não confiamos na ação de Deus?
         Arrumamos desculpas para tirarmos o nosso corpo fora e isto de deve ao nosso total estado de insensibilidade. Estamos sentados e acomodados, aprendendo algo que é diabólico: que temos que receber de Deus as [nossas] bênçãos. Ser uma bênção não parece fazer parte do aprendizado e da prática.
         Campanhas de ajuda ao próximo e de oração pelos necessitados, tem sempre participação mínima, enquanto congressos e reuniões para [alcançar] as bênçãos de Deus estão sempre lotadas.
         Deus disse a Abrãao: “de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome.” e “Sê tu uma bênção!” (Gn 12. 2)
         Uma via de mão dupla que não parece ser a que nos inspira no século XXI. O desejo de Deus [Sê tu uma bênção] parece ser a exceção nos nossos dias. Ser uma bênção deveria ser a regra, mas não é!
         Além de querer que Deus te abençoe, você tem buscado com o mesmo afinco ser uma bênção?
         Olhar para o próximo com sensibilidade e amor é ser uma bênção. Deixe de lado a insensibilidade e seja uma bênção! Insensibilidade e cristãos não combinam!

Por: André Sanchez


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta Foi a Sua Vida?


Todos Contra a Pedofilia

Bandeira do Brasil

Tempo

Tempo